Purificação Do Templo. Por Que João é Tão Diferente Dos Sinóticos? (joão 2:14-17)

14 No templo , encontrou os que vendiam bois, ovelhas e pombas , e os cambistas sentados . 15 E fazendo um chicote de cordas , lançou todos fora do templo , com as ovelhas e os bois . E ele derramou as moedas dos cambistas e virou suas mesas. 16 E disse aos que vendiam as pombas : ” Tirai daqui estas coisas ; . Não façais da casa de meu Pai uma casa de comércio. 17 Seus discípulos lembraram-se do que está escrito : ” O zelo pela tua casa me consome”.

Uma vez que Jesus (ele provavelmente estava com seus seguidores naquela hora) estava prestes a realizar a ação profética altamente simbólica de purificação do templo , ele começou a dispersar aqueles que transformaram a casa de Deus em um local profano , uma indústria lucrativa (2:14-15).

Foi paixão e o compromisso de purificar a religião de Israel, que o levou a essa ação (v.16 -17) de Jesus. A preocupação de Jesus aqui parece ser muito diferente da sua motivação, tal como descrito nos Evangelhos sinóticos. [1]

Por exemplo, é surpreendente que os sinóticos usem uma citação diferente do Antigo Testamento para descrever a razão para a purificação do templo. Enquanto os sinóticos citam Jesus dizendo “Não está escrito: A minha casa será chamada casa de oração para todas as nações”? Mas vós a tendes convertido em covil de ladrões” (Mc.11:17, Mt.21:13, Lc.19:46). João, por outro lado, justifica a ação de Jesus de uma maneira diferente. Lemos em João 2:17 “seus discípulos lembraram-se do que está escrito: “o zelo pela tua casa me consome”. Pelos Evangelhos Sinóticos a questão parece ser a perda de envolvimento significativo de Israel com os gentios (luz do mundo). Para João, a questão é a adequação e a pureza do local utilizado para a adoração em Jerusalém.

Destacando a preocupação de Jesus pela pureza teria sido a coisa mais apropriada a fazer, se aqueles que estão sendo abordados pelo Evangelho de João eram Qumranitas ou do seu movimento afiliado essênio, os Samaritanos. Pureza da adoração (ou mais particularmente a sua falta, em Jerusalém ) foi uma questão muito importante para eles.

Este autor do evangelho tinha uma abordagem totalmente diferente do que Marcos, Lucas e Mateus . A ênfase sobre a pureza do Templo (versus a perda da luz das Nações observadas nas contas dos sinóticos) argumenta que o público compartilhou estas preocupações e, presumivelmente, teria ressoado com esta mensagem. De acordo com o retrato de João, Jesus atuou como promotor do pacto no qual veio verificar a aptidão do Templo para o serviço divino . Ele declara o Templo de Jerusalém impróprio para o culto divino, porque estava sob a administração falha e infiel dos hoi Ioudaioi, a elite governante da Judéia e de seus seguidores.

Claro que há outra diferença importante, que continua a confundir estudiosos conservadores. O momento da limpeza do Templo. João coloca no início do ministério de Jesus, enquanto os sinóticos (Marcos, Lucas e Mateus ) no final. A questão de quando “realmente” aconteceu pode ser legitima também, mas não tão importante quanto entender por que João em sua história faz Jesus começar declarando o Templo inadequado para a adoração do Deus de Israel Vamos continuar pensando juntos. Mais para vir.


[1] A obsessão com a harmonização dos relatos dos Evangelhos durante séculos tem contribuído para muitos pontos cruciais que foram perdidos. A razão para isso é precisamente porque os estudiosos estavam como o trabalho de ligar passagens. No processo, eles não prestaram atenção ao raciocínio das diferenças significativas, nos vários relatos evangélicos. Neste ponto, não vamos dar uma explicação sobre as diferenças entre as citações sobre o Jesus histórico ea coesão dos relatos dos Evangelhos. Este é um tema diferente para um tempo diferente.

About the author

Dr. Eli Lizorkin-EyzenbergTo secure your spot in our new course “The Jewish Background of New Testament” - CLICK HERE NOW

You might also be interested in:

Viemos Afastar A Escuridão...

By Julia Blum

Pardes: Abrão E Sara No Egito...

By Julia Blum

Join the conversation (18 comments)

Deixe uma resposta

  1. Manuel F. FONTES

    Danielle, Erico J. R. Mendoza tem toda a razao. Jesus foi cricificado na quarta feira e na tarde deste dia ele foi enterrado e Ele fez tres dias na sepultura, e depois ele ressuscitou.

    Shalom!

  2. Eduardo BEnto Junior

    Shalon a todos,gostaria de deixar tb meu comentario sobre templos…..

    É claro que somos templo do Espirito santo de Deus como esta em 1Co:3;16…isso é fato….e tb que Deus não habita em templos feito por homens…..mas compreendo que eu sozinho não sou a igreja de Cristo,até pq a palavra fala templo do Espirito….

    Mas eu vejo a importancia da igreja,pois em Mateus 16 JEsus fala pra Pedro que atraves dessa pedra edificaria a sua igreja e as portas do inferno não prevaleceriam contra ela a IGREJA…….Jesus não disse as portas do inferno não vão prevalecer contra VC e sim contra a IGREJA…..

    E Paulo tb traz uma lista de tribulações e lutas em 2Co:11…..de tudo o que ele passou e suportou,e o maravilhoso é no verso 28 ele diz…além das coisas exteriores o que pesa sobre mim é a preocupação com todas as igrejas…..igrejas que ele havia fundado e cuidado……

    então tem pessoas que dizem que não precisam de ir a igreja….mas tudo o que tenho aprendido vem do Espirito Santo de Deus,mas comecei a aprender e desejar na igreja….

    Deus mudou minha vida e a historia da minha familia,sou grato a Deus,amo JEsus,e tenho aliança com a igreja……

    e o que tenho visto é o inimigo feito de tudo pra tirar as pessoas da igreja,onde muitos acham que não precisam de nada disso pois elas buscam Deus sem estar na igreja….
    A minha pergunta é: SE tem pessoas que mesmo dentro da igreja,em um ambiente propicio para buscar ao Senhor,com louvor,adoração,palavra,oração e comunhão não conseguem buscar a Deus,como vão conseguir buscar a Deus em casa????

    E nós somos o templo do Espirito Santo de DEus,e qdo pessoas,se congregam em algum lugar,em um templo de pedra….então todos ali como templos do Espirito Santo de Deus,creio eu que aquele lugar se torna tb um grande templo do SENHOR….

    Paz a todos,e desculpe algum mal entendido,é só não a minha opinião mas sim minha convicção……

    Deus abençoe a todos……….e amo esse site.

    Pr EDU.

  3. eneas

    Shalom!
    Realmente estes comentários lançam uma luz intensa sobre os textos sagrados e é notável a diferença de aplicações em sentido duplo entre os evangelhos sinóticos e João. Mas essa diferença de aplicação deve ser proposital dos escritores sagrados de acordo com a compreensão e interesse de seus leitores de culturas diversas, pois ambas induzem a conclusão de que o mestre realmente as pronunciou e os discípulos assim recordaram do que estava na Escritura Sagrada.

  4. Claudio Alessandro Gomes

    Shalom

    Gostei muito da explicação. Estudo isso constantemente e a maneira como cada autor explana esse assunto é sempre relacionada a revelação do espírito santo. Mas não devemos esquecer que quando um homem lia uma passagem da escritura um discípulo lhe perguntou se ele entendia o que estava lendo e a resposta foi que ele precisava que alguém que sabia sobre o que estava escrito lhe deveria ensinar. Sempre precisamos que alguém nos ensine. É claro para entendermos precisamos do espírito de D´us.

    Shalom !

  5. Tereza Cristina Munguba

    Gostei muito deste texto. Leio muitas vezes e medito nele porque creio que devemos constantemente purificar nosso coração, por sermos Templo do Espírito Santo. Fiquei muito surpresa com a frase do texto que diz “inadequado para adoração|”. Me tocou profundamente. É um cuidado que devemos ter; as aparências não enganam a Deus. Ele deseja adoradores verdadeiros. Independente da forma como é contada a história de Jesus pelos autores dos evangelhos, o mais importante é o que o Espírito Santo nos revela através da leitura.
    Shalom

  6. Jorge Augusto Nascimento Nogueira de Souza

    Gostei muito do texto e nunca tinha percebido esta diferença entre o texto de João e dos sinótipos. Agora me veio a mente o texto de Apocalipse que fala também das coisas que seriam feitas nos templos para que os fiéis tivessem a vida eterna. Na minha opinião, o Espírito Santo também atua para que entendamos os fatos históricos à luz da verdade..

    1. Eric de Jesús Rodríguez Mendoza

      BS”D

      Obrigado Jorge

      Os tuos comentários sao de bençao. Fica com Deus!
      Shalom!

  7. jorge de jesus

    Shalom Eric!
    Eu creio que a Bíblia jamais foi de interpretação humana, pois quem orientou ela a ser escrita foi o ESPÍRITO SANTO DE DEUS, então não há com entendê-la através de inteligencia humana. Se fosse assim um indouto jamais teria conhecimento do plano de salvação da sua alma. Digo isso para religiosos, pois os discípulos de JESUS entraram em um templo, o de SALOMÃO, e ali pregaram a palavra de DEUS, e 3.000 mil almas se converteram naquele dia, Na verdade a PALAVRA DE DEUS só é válida quando o ESPÍRITO SANTO opera nos corações. talvez posso não me expressar bem, mas a BÍBLIA É MISTÉRIO DE DEUS para nossas vidas.
    SHALOM.

  8. jorge de jesus

    SHALOM, ERIC DE JESUS.

    A essência da PALAVRA DE DEUS só é entendida pelo ESPÍRITO SANTO que nos esclarece as verdades celestiais. Nenhum ser humano na face da terra pode entender as coisas do céu se por DEUS não for revelada. Não é em estudos seculares que podemos discernir os mistérios ocultos de DEUS. O segredo do Senhor é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança. Salmos 25:14.
    Tanto um indouto como uma pessoa preparada nos estudos seculares precisam unica e exclusivamente da orientação do ESPÍRITO SANTO, pois foi o próprio JESUS quem falou :
    Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito. João 14:26.
    DEUS PAI, DEUS FILHO E DEUS ESPÍRITO SANTO é maravilhoso por nos conscientizar das realidades e verdades das coisas celestiais. Minha alma engrandece ao SENHOR DA GLÓRIA por esse privilégio que nos concede por sermos pecadores e ELE nos amar tanto.

    1. Eric de Jesús Rodríguez Mendoza

      BS”D

      Shalom Jorge!
      Em Israel, desde os tempos antigos, há 4 níveis de compreensão das Escrituras; de acordo com estes quatro níveis de compreensão, 3 são para o exercício de ler, analisar, investigar a Bíblia; a quarta é a revelação divina.

  9. jorge de jesus

    Quando vejo os comentários sobre TEMPLO, SINAGOGA, TABERNÁCULO ou IGREJA, a BÍBLIA DIZ QUE DEUS NÃO HABITA EM TEMPLO FEITA POR MÃOS DE HOMENS. Matérias está relacionada a religião, e JESUS nos deu exemplos com as coisas materiais para nos ensinar as espirituais. Como ELE disse: ESSE TEMPLO VAI SER DESTRUÍDO E EM TRÊS DIAS EU O RECONSTRUIREI. E o povo disse: como pode ser isso se Salomão demorou 40 anos para construí-lo e agora ELE vem nos dizer que em três dias o reconstruirá. Ai está um grande ensinamento de que hoje muitos estão confiando em igrejas, templos, etc.. e se esquecendo de conservar seu templo que é o nosso “corpo”, pois o NOSSO CORPO é o TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO DE DEUS, o qual muitas e muitas vezes fazê-mo-lo templo do diabo para as obras ilícitas que entristece ao NOSSO CRIADOR JESUS CRISTO. Esse é meu pensamento e desculpem-me se em alguma ponto devo ter usado de ignorância quanto as minhas idéias, e fico no versículo de TIAGO 1; 5. DEUS ABENÇOE A TODOS.

    1. Eric de Jesús Rodríguez Mendoza

      BS”D

      Shalom Jorge!
      você fala em verdade! assim é.. no artíclo só se fala do momento histórico, e de por qué Jesús fizo a purificaçao.

    2. miria nunes

      Pelo que já estudei sobre ressusrreição, o templo que Jesus fala que vai ser destruido em tres dia e eu o reconstruirei é o seu próprio corpo. Quando ele morreu, ficou tres dias sepultado e após voltou a viver (ressuscitou).

      1. Danielle

        Jesus não ficou 3 dias sepultado, mas apenas 1. Ele morreu na sexta-feira – o dia da preparação; ficou descansando na tumba durante todo o dia de sábado, e domingo antes do sol nascer Ele ressuscitou.

        1. Eric de Jesús Rodríguez Mendoza

          BS”D

          SHalom DAnielle!

          Você tem que ter em conta, que Yehoshúa’ morrieu na quarta feira, nao sexta. A feita más provábel: 09 /04 / 27.

        2. NELSON NINCAO

          A preparação era para a Páscoa e não do sábado semanal. E a Páscoa caiu, provavelmente, naquele ano numa quinta ou sexta. Jesus morreu na parasceve pascoal.

          1. Eric de Jesús Rodríguez Mendoza

            BS”D

            SHalom Nelson!

            A preparaçao, foi na terça… a morte do Mesias foi na quarta.

  10. Eric Rodríguez

    BS”D

    É simples como você pode explicar a aparente discrepância entre os sinóticos eo Evangelho de João sobre como a cotação do salmo é apresentada: קנאת ביתך אכלתני (Qin’at beytjá ‘ajaláti, “O zelo por tua casa me consumir “): Na verdade, você pode ver que em ambos os casos, Jesus fez a nomeação, mas em João, é plotado como uma lição para os discípulos … é como se fora: “aos seus discípulos foi lembrado que este foi escrito” … ou/e “isto era o significado de que a escrita”