Transliterações Para O Grego De Palavras Do Hebraico E Aramaico (por David Bivin Y Joshua Tilton)

Este artigo é republicado com a permissão da Jerusalem Perspective. Há 20 anos, www.JerusalemPerspective.com vem se dedicando  à produção de artigos detalhados  sobre os Evangelhos Sinóticos,   terra, língua, cultura e ensinamentos de Jesus.

[Titulo da imagem: Inscrição em Grego & Hebraico em mosaico  de sinagoga do século IV em Hammat Tiberias, com as palavras ΑΜΗΝ (amen) and שלום (shalom).]


Transliterações  para  o Grego  de palavras  do Hebraico, Aramaico e Hebraico/Aramaico nos Evangelhos Sinóticos

Por Joshua N. Tilton e David N. Bivin

[dropcap]E[/dropcap] mbora os Evangelhos canônicos tenham sido compostos em Grego, há indicações de que foram extraídos de fontes não-Gregas. Isto faz sentido uma vez que  o ensino de Yeshua  ocorreu provavelmente em Hebraico e, de acordo com tradições da Igreja primitiva, o mais antigo registro da vida de Yeshua foi escrito em Hebraico. Um dos indícios de que os Evangelhos Sinóticos originaram-se  de uma  Vida  Hebraica de Yeshua é o número de palavras estrangeiras que foram transliteradas para o Grego a partir do Hebraico ou Aramaico (muitas vezes é impossível distinguir Hebraico do Aramaico na transliteração Grega). Uma vez que  traduções modernas da Bíblia tendem a ocultar estas palavras transliteradas, a maioria dos leitores não estão cientes de quantas palavras transliteradas estão nos Evangelhos Sinóticos.

Abaixo coletamos todas as palavras transliteradas nos Evangelhos Sinóticos, com exceção de nomes próprios e  topônimos.[1] Nomes de lugares e nomes pessoais aumentariam muito  o número de transliterações em nossa lista, mas desde que tais nomes normalmente retenham suas pronúncias na passagem de um idioma para outro, eles são menos relevantes quando se considera um possível texto original Hebraico ou Aramaico  que está por trás dos Evangelhos Sinóticos.[2] Excluímos também  de nossa lista palavras emprestadas derivadas de línguas Semíticas, que assim como nomes de lugares, palavras emprestadas não podem nos dizer sobre um possível texto original Semítico  subjacente aos Evangelhos Sinóticos.[3]

Muitas das palavras transliteradas dos Evangelhos Sinóticos são termos técnicos  religiosos ou teológicos  (por exemplo, ἀμήν [amén]; ὡσαννά [hosana]; κορβάν [korban, “dedicado ao Templo”]) e outros são nomes próprios que não têm nenhum equivalente real em Grego (por exemplo, πάσχα [pascha, “Cordeiro Pascal”]; σάββατον [sabbaton, “Sabbath”]). Outras palavras  transliteradas, no entanto, são mais difíceis de explicar, uma vez  que  havia equivalentes em Grego (por exemplo, μαμωνᾶς [mamonas, “mammon,” “riqueza”]; ῥακά [raka, “cabeça vazia”]; σίκερα [sikera, “cerveja”]).

Deve ser destacado que Marcos  é o único Evangelho Sinótico que contém palavras transliteradas que só podem ser Aramaicas.[4]


Palavras Hebraicas

ἀμήν (amén) = אָמֵן (amén)[5]

Mateus. 5:18, 26; 6:2, 5, 16; 8:10; 10:15, 23, 42; 11:11; 13:17; 16:28; 17:20; 18:3, 13, 18, [19]; 19:23, 28; 21:21, 31; 23:36; 24:2, 34, 47; 25:12, 40, 45; 26:13, 21, 34; Marcos 3:28; 8:12; 9:1, 41; 10:15, 29; 11:23; 12:43; 13:30; 14:9, 18, 25, 30; [16:20]; Lucas 4:24; 12:37; 18:17, 29; 21:32; 23:43

βάτος (batos) = בַּת (bat, uma medida de quantidade)[6]

Lucas 16:6

ἡλί (heli) = אֵלִי (eli, “meu Deus”)

Mateus. 27:46 (2xx)

λαμά (lama) = לָמָה (lama, “porque?”)[7]

Mateus. 27:46

σαβαχθανί (sabachthani) = שְׁבַקְתַּנִי (shevaktani, “você me rejeitou”)[8]

Mateus. 27:46

ὡσαννά (hosanna) = הוֹשַׁע‑נָא (hosha-na)[9]

Mateus. 21:9 (2xx); Marcos 11:9, 10


Palavras hebraicas/aramaicas[10]

ἀββά (abba) = אַבָּא (Heb./Aram. aba, “pai”)

Marcos 14:36

γέεννα (geenna) = גֵּי[א] הִנֹּם (Heb. ge hinom, “gehenna,” “inferno,” “Vale de Hinnom”); גֵיהִנָּם (Aram. gehinam, “gehenna,” “inferno”)

Mateus. 5:22, 29, 30; 10:28; 18:9; 23:15, 33; Marcos 9:43, 45, 47; Lucas 12:5

ἐφφαθά (ephphatha) = הִפָּתַח (Heb. hipatah, “ser aberto”); אֶתְפְּתַח or אֶפְתַּח (Aram. etpetah o ephtah, “ser aberto”)

Marcos 7:34

κορβάν (korban) = קָרְבָּן (Heb. korban, “dedicado ao Templo”); קָרְבָּנָא (Aram. korbana, “dedicado ao Templo”)

Marcos 7:11

κορβανᾶς (korbanas) = קָרְבָּן (Heb. korban, “dedicado ao Templo”); קָרְבָּנָא (Aram. korbana, “dedicado ao Templo”)

Mateus. 27:6

κόρος (koros) = כֹּר (cor, uma medida de quantidade); כּוֹרָא (Aram. cora, uma medida de quantidade)[11]

Lucas 16:7

μαμωνᾶς (mamonas) = מָמוֹן (Heb. mamon, “mammon,” “riqueza”); מָמוֹנָא (Aram. mamona, “mammon,” “riqueza”)

Mateus. 6:24; Lucas 16:9, 11, 13

πάσχα (pascha) = פֶּסַח (Heb. pesah, “Cordeiro Pascal”); פַּסְחָא (Aram. pasha, “Cordeiro Pascal”)

Mateus. 26:2, 17, 18, 19; Marcos 14:1, 12 (2xx), 14, 16; Lucas 2:41; 22:1, 7, 8, 11, 13, 15

ῥαββί (rabbi) = רַבִּי (Heb./Aram. rabi, “rabbi,” “meu mestre”)

Mateus. 23:7, 8; 26:25, 49; Marcos 9:5; 11:21; 14:45

ῥαββουνεί (rabbounei) = רַבּוּנִי (Heb. rabuni, “meu mestre”); רַבּוֹנִי (Aram. raboni, “meu mestre”)

Marcos 10:51

ῥακά (raka) = רֵיקָה (rekah, “empty head”); רֵיקָא (Aram. reka, “cabeça vazia”)

Mateus. 5:22

σάββατον (sabbaton) = שַׁבָּת (Heb. shabat, “Sabbath”); שַׁבַּתָּא (Aram. shabata, “Sabbath”)

Mateus. 12:1, 2, 5, 8, 10, 11, 12; 24:20; 28:1 (2xx); Marcos 1:21; 2:23, 24, 27 (2xx), 28; 3:2, 4; 6:2; 16:1, 2, [9]; Lucas 4:16, 31; 6:1, 2, 5, 6, 7, 9; 13:10, 14 (2xx), 15, 16; 14:1, 3, 5; 18:12; 23:54, 56; 24:1

σατανᾶς (satanas)[12] = שָׂטָן (Heb. satan, “satan,” “acusador”); סָטָנָא (Aram. satana, “satan,” “acusador”)

Mateus. 4:10; 12:26 (2xx); 16:23; Marcos 1:13; 3:23 (2xx), 26; 4:15; 8:33; Lucas 10:18; 11:18; 13:16; 22:3, 31

σάτον (saton) = סְאָה (Heb. seah, uma medida de quantidade); סָאתָא (Aram. sata, uma medida de quantidade)

Mateus. 13:33; Lucas 13:21

σίκερα (sikera) = שֵׁכָר (Heb. shechar, “bebida fermentada,” “cerveja”); שִׁכְרָא (Aram. shichra, “bebida fermentada,” “cerveja”)

Lucas 1:15


Palavras aramaicas

ἐλωΐ (eloi) = אֱלָהִי (elahi, “meu Deus”)

Marcos 15.34 (2xx)

κούμ (koum) = קוּם (kum, “levante”)[13]

Marcos 5:41

λειμά (leima) = לְמָה (lema, “porque?”)

Marcos 15:34

σαβαχθανεί (sabachthanei) = שְׁבַקְתַּנִי (shevaktani, “você me deixou”)[14]

Marcos 15:34

ταλιθά (talitha) = טַלְיְתָא or טְלִתָא (talyeta or telita, “pequeno cordeiro/garota”)

Marcos 5:41

 


  • [1] Enquanto alguns estudos fornecem listas parciais de palavras transliteradas nos Evangelhos ou Novo Testamento (por exemplo, Jehoshua M. Grintz, “Hebrew as the Spoken and Written Language in the Last Days of the Second Temple,” (Hebraico como o Idioma Falado e Escrito nos Últimos Dias do Segundo Templo),  JBL 79 [1960]: 40; Pinchas Lapide, “Hidden Hebrew in the Gospels,” (Hebraico escondido nos Evangelhos),  Immanuel 2 [1973]: 28; Jan Joosten, “Aramaic or Hebrew behind the Greek Gospels?” (Aramaico ou Hebraico por trás dos Evangelhos Gregos?),  Analecta Bruxellensia 9 [2004]: 90-91), é difícil encontrar  uma lista completa de palavras transliteradas nos Evangelhos Sinóticos. Bauer coletou todas as palavras  transliteradas no Novo Testamento, mas não indicou sua língua de origem ou especificou o número de ocorrências, como faz a lista abaixo (Walter Bauer, “An Introduction to the Lexicon of the Greek New Testament,” (Uma Introdução ao Léxico do Novo Testamento Grego), BDAG, xxii). ara consultar uma tentativa recente  de catalogar as palavras transliteradas nos Evangelhos e determinar seu idioma de origem, veja Guido Baltes, Herbraisches Evangelium und Synoptische Uberlieferung: Untersuchungen Zum Hebraischen Hintergrund Der Evangelien (Tübingen: Mohr [Siebeck], 2011),110-121.
  • [2] Consulte a discussão em Randall Buth and Chad Pierce, “Hebraisti in Ancient Texts: Does Ἑβραϊστί Ever Mean ‘Aramaic’?” in The Language Environment of First-century Judaea: Jerusalem Studies in the Synoptic Gospels 2 (Hebraístas em Textos Antigos : Ἑβραϊστί  sempre significa ‘Aramaico’?” em O Ambiente Linguístico  da Judéia do Primeiro Século: Estudos de Jerusalém nos  Evangelhos Sinóticos 2 ), (JCP 26; ed. Randall Buth e R. Steven Notley; Leiden: Brill, 2014), 99 esp. n. 96.
  • [3] Tais palavras emprestadas incluem: σάκκος (Mateus. 11:21; Lucas 10:13), μνᾶ (9xx in Lucas 19:13, 16, 18, 20, 24) e βύσσος (Lucas 16:19). Esses termos foram excluídos de nossa lista uma vez que claramente são palavras emprestadas encontradas nos escritos de autores Gregos clássicos e não transliterações. (Os autores desejam agradecer a Guido Baltes  pelas referências a esses empréstimos  nos Evangelhos). 
  • [4] Sobre este fenômeno, consulte Jehoshua Grintz, “Hebrew as the Spoken and Written Language,” (Hebraico como Idioma  Falado e Escrito),  33 n. 3; Randall Buth, “Aramaic Language,” (Idioma Aramaico),  em Dictionary of New Testament Background (ed. Craig Evans and Stanley Porter; Downers Grove, Il.: Intervarsity, 2000), 89; e “LOY Excursus: Mark’s Editorial Style.” (LOY Excursus: Estilo Editorial de Marcos). 
  • [5] Sobre o uso de Amém nos Evangelhos Sinóticos, ver Robert Lindsey, “‘Verily’ or ‘Amen’—What Did Jesus Say?” (‘Em verdade’ ou ‘Amém’ — O que Jesus Disse?). 
  • [6] Embora βάτος às vezes seja considerada uma palavra emprestada, ela aparece quase exclusivamente em escritos Judaicos: LXX (2 Esdr. 7:22); Jos. (Ant. 8:57 [2xx], 80). Note que Flávio Josefo dá uma explicação de βάτος para seus leitores de língua Grega [ὁ δὲ βάτος δύναται ξέστας ἑβδομήκοντα δύο] em Ant. 8:57. Em T. Jud. 9:8 encontramos a transliteração βεθ.
  • [7] Λαμά também pode refletir a palavra Aramaica לְמָה (lema, “porquê”), porém uma vez que ela aparece em uma frase Hebraica, contamos esta transliteração como exclusivamente Hebraica. Sobre a frase Hebraica em  Mateus. 27:46, ver Randall Buth, “The Riddle of Jesus’ Cry from the Cross: The Meaning of ηλι ηλι λαμα σαβαχθανι (Matthew 27:46) and the Literary Function of ελωι ελωι λειμα σαβαχθανι (Mark 15:34),” (O Enigma do Grito de Jesus da Cruz: O Significado de ηλι ηλι λαμα σαβαχθανι (Mateus 27: 46) e a Função Literária de ελωι ελωι λειμα σαβαχθανι (Marcos 15:34) em O Ambiente Linguistico na Judéia do Primeiro Século : Estudos de Jerusalém nos  Evangelhos Sinóticos 2 (JCP 26; ed. Randall Buth e R. Steven Notley; Leiden: Brill, 2014), 394-421.
  • [8] Σαβαχθανί também pode refletir a palavra Aramaica שְׁבַקְתַּנִי (shevaktani, “você me deixou”); entretanto, uma vez que ela aparece em uma frase Hebraica, contamos esta transliteração como exclusivamente  Hebraica. Na frase Hebraica em Mateus 27: 46, ver Randall Buth, “The Riddle of Jesus’ Cry from the Cross,” (O Enigma do Grito  de Jesus na Cruz), 416-421.
  • [9] Os estudiosos têm demonstrado que esta forma representa uma exclamação em Hebraico, não em Aramaico. Ver Menahem Kister, “Lexicographical Problems Early and Late,” (Problemas Lexicograficos Iniciais e Tardios), Scripta Hierosolymitana 37 (1998): 244-263, esp. 259-261; idem, “Words and Formulae in the Gospels in the Light of Hebrew and Aramaic Sources,” (Palavras e Fórmulas nos Evangelhos a Luz de Fontes  Hebraicas e Aramaicas),  no Sermão da Montanha e seu Cenário Judaico (Cahiers de la Revue Biblique 60; ed. Hans-Jürgen Becker e Serge Ruzer; Paris: J. Gabalda, 2005‬), 115-147, esp. 120-122; Randall Buth, “O Enigma do Grito de Jesus na Cruz,” 407-408.
  • [10] Consideradas em si mesmo, as transliterações nesta categoria poderiam representar ou Hebraico ou Aramaico, uma vez que formas idênticas ou semelhantes ocorrem em ambas as línguas.
  • [11] Κόρος aparece na LXX 13xx onde translitera כֹּר‎ 9xx e representa חֹמֶר‎ 3xx. Κόρος também ocorre  1x em T. Jud. 9:8 e 4xx em um fragmento de Eupolemus (preservado em Eusébio, Praeparatio Evangelica 9.33 que cita de Alexander Polyhistor, Sobre os Judeus. Neste fragmento Eupolemos dá um equivalente Grego para a medida  Hebraica [ὁ δὲ κόρος ἐστὶν ἀρταβῶν ἕξ]). κόρος às vezes é considerada uma palavra emprestada do Grego, no entanto, uma vez que ocorre apenas na literatura Judaica  é mais provável que κόρος seja uma transliteração de uma palavra Semitica. Os autores desejam expressar sua gratidão a Guido Baltes por fornecer referências para כּוֹרָא na literatura rabínica (y. Pea. 8.2.2 [20d]; y. Bab. Metz. 5.1 [10c]; Ruth Rab. 5:12 em Ruth 3:3 [ed. Wilna 10a]). Baltes observou que a palavra Aramaica é rara e pode ser uma palavra emprestada do Hebraico.
  • [12] Incluímos σατανᾶς (“satan”) em nossa lista, considerando-a um título, ao invés de um nome pessoal.
  • [13] Κούμ também poderia representar a palavra Hebraica קוּם (kum); no entanto, uma vez que ela aparece em uma frase Aramaica, contamos esta transliteração como inequivocamente Aramaica.
  • [14] Σαβαχθανεί também pode refletir a palavra Hebraica שְׁבַקְתַּנִי (shevaktani, “você me rejeitou”); no entanto, uma vez que aparece em uma frase Aramaica em Marcos 15:34, contamos esta transliteração como exclusivamente Aramaica.

About the author

Dr. Eli Lizorkin-EyzenbergTo secure your spot in our new course “The Jewish Background of New Testament” - CLICK HERE NOW

You might also be interested in:

Quem Foi Melquisedeque? (3)

By Julia Blum

Quem Foi Melquisedeque? (2)

By Julia Blum

Join the conversation (11 comments)

Deixe uma resposta

  1. Adilson bragança

    o nome de Jesus é de origem pagã?

    1. Eric de Jesús Rodríguez Mendoza

      BS”D

      Nenumque jamais pense nesto Adilson. Jesus só é a forma helenizada e latinizada do hebraico Yeshúa’/Yehoshúa.

  2. Cleide Souza

    Dr Eli ,seus estudos sao edificantes, tenho aprendido muito.Toda Raba…..Cleide de Sao Sao Paulo.

  3. coraci

    Shalam Dr. Eli, a transliteração dos textos bíblicos relacionados na sua forma comparativa nos três idiomas é edificante; posso dizer-te que me reciclo e aprendo mais com suas lindas e gratificantes aulas. Sou um de seus admiradores, ( você é sápere ).

  4. Wilson Modesto

    “o mais antigo registro da vida de Yeshua foi escrito em Hebraico.”

    A citação acima foi retirada do texto. A que registro se refere ?

    1. Eric de Jesús Rodríguez Mendoza

      BS”D

      É um fato histórico: Em Israel os judeus nenumque deixarom de falar hebraico. Os judeus que voltarom de Bavel, falavam mas aramaico que hebraico. Assim as coisas, o mas normal é que em Galilea falaram Hebriaco, como no resto da terra de Israel.

  5. Vagner Januario de Souza

    Vocês esqueceram de incluir a palavra “sabaoth” de Ya’akov (Tiago) 5:4
    σαβαώθ, Strong G4519, do hebraico H6635, צָּבָא Tsava

    1. Eric de Jesús Rodríguez Mendoza

      BS”D

      Shalom Vagner!

      correto! σαβαώθ Sabaoth, é uma transliteraçao do hebraico. צבאות Tzva’ot.
      יהוה צבאות é um nome personal de Deus, nao é possibel traduzir-lhe. Nois dizims: Hashem Tzv’aot.

  6. Walter Lucas

    Gostei da informaçao, legal mesmo abraços.

  7. Ailton Costa

    Gostaria de saber algumas traduções do original hebraico, do Velho Testamento. Já enviei outros emails a respeito mais não obtive retorno.
    Exemplo: Salmos 51:5 “Em pecado me concebeu minha mãe e em iniquidade…”
    Davi está afirmando que nascemos “com” pecado, ou “em meio” ao pecado?

    Obrigado
    Att.
    Ailton

    1. Eric de Jesús Rodríguez Mendoza

      BS”D

      Nascemos com pecado, pecaminosos, malignos. Só Deus pode nois-fazer justos.