A Tolerância De Jezabel Em Tiatira (ap. 2:19-24)

jezebel

19 ‘Eu sei o que vocês estão fazendo. Sei que tem amor, são fiéis, trabalham e aguentam o sofrimento com paciência. Eu sei que vocês estão fazendo mais agora que no princípio. 20 Porém tenho contra vocês uma coisa: é que toleram Jezabel, aquela mulher que diz que é profetisa. Ela leva os meus servos para o mau caminho, ensinando-os a cometer  imoralidade sexual e a comerem alimentos que foram oferecidos aos ídolos. (Ap. 2:19-20).

Os seguidores do Cristo Judeu na congregação na cidade de Tiatira situavam-se em uma posição muito interessante. O próprio Cristo falou a esta congregação em particular que ele conhecia as suas obras. O conhecimento de Deus do povo de Tiatira poderia ter sido um início terrível de uma acusação implacável; em vez disso, este conhecimento justificou o elogio de Jesus. A lista de suas obras é bastante longa e explícita. Jesus tomou conhecimento do amor, fé, serviço e paciência  em sua vida congregacional em circunstâncias muito difíceis. Ele também os elogiou por aumentar o nível de seu compromisso com a justiça. Não obstante, o versículo 20 mistura um pouco inesperadamente esta celebração com palavras severas de aviso.

A figura de Jezabel é evocada e não é fácil desembaraçar a cadeia da lógica. Para os Israelitas, “Jezabel” era um código para os eventos associados a ela e seu marido Acabe. Após a divisão do Reino Israelita em Reino do Sul (Judá) e Reino do Norte (Israel)  foi dito “Acabe filho de Onri fez mal aos olhos do Senhor mais do que todos os que vierem antes dele.” (I Reis 16:30). Ele teve a distinção de ser o rei mais perverso que já reinou sobre Israel. Por conveniência política e por causa de sua profunda desconfiança do Senhor Deus de Israel, ele se casou com uma filha do rei dos Sidonios – seu nome era Jezabel, que, em Hebraico, ironicamente significa algo como “ele será  lixo.” (I Reis 16:31). A excessiva ambição pelo poder de Acabe estava associada com sua extrema fraqueza perante as estratégias manipuladoras de sua esposa pagã. Apesar de Jezabel aparecer em varias histórias, uma das maiores conquistas da sua maldade foi a introdução dos cultos de adoração a Baal e Astarote no Israel do Norte através de sua dedicação ao programa de educação religiosa e construção do templo sob a vigilância de Acabe seu  poderoso e, ao mesmo tempo, relutante marido. Durante o reinado de Acabe, todos os fiéis profetas em Israel se esconderam. Elias foi o único profeta que teve a coragem de se opor publicamente a Acabe e Jezabel, apesar da ameaça à sua vida. O Senhor cuidou de Elias e do povo de Deus, mas julgou tanto Acabe como  Jezabel com mortes violentas e desonrosas. (I Reis 22:34; II Reis 9:33).

Não é possível saber exatamente a que ou a quem se referia esse aviso nesta passagem no Apocalipse. Qual era a identidade de “Jezabel” que praticava a maldade sem oposição ou intervenção dos participantes da congregação de Tiatira? No entanto, o que ela é acusada de fazer (pelo seu ensino enganando as pessoas conduzindo-as a imoralidade sexual e consumo de alimentos proibidos) combina perfeitamente com todas as citações negativas  anteriores dirigidas  as outras congregações na carta do Apocalipse que já vimos. Aliás, (isto se tornará importante mais tarde) imoralidade sexual e adoração de ídolos estavam entre as principais coisas que foram proibidas aos não-Israelitas em Cristo, de acordo com a decisão do Conselho de Jerusalém. (Atos 15:28-29).

21 Eu lhe dei tempo para abandonar os seus pecados, porém ela não quer deixar a imoralidade sexual. 22 Portanto, eu a jogarei numa cama, onde ela e os que com ela cometeram adultério sofrerão horrivelmente. Farei isso agora, a não ser que eles se arrependam das coisas más que fizeram junto com ela.

É duvidoso que tenhamos aqui simplesmente um caso de uma mulher sexualmente  promíscua. É provável que a idéia de promiscuidade sexual simbolize a adoração de ídolos. Vemos isso claramente em Oséias 1 quando imediatamente após a chamada de Oséias, o Deus de Israel o direciona a fazer uma ação profética simbólica: 2 quando o Senhor falou pela primeira vez  através de Oséias, disse o Senhor a Oséias, “Vá e case com uma prostituta de um templo pagão; os filhos que nascerem serão filhos da uma prostituta. Pois o povo de Israel agiu como uma prostituta: eles foram infiéis e me abandonaram.” (Os 1:2) A partir disso, vemos que a prostituição da esposa de Oséias simbolizava as práticas de adoração de ídolos pelos Israelitas na época do ministério de Oséias. Como Jezabel, nesta passagem do livro do Apocalipse, é dado tempo para que o aliciador de Israel para o pecado se arrependesse. (vs. 21) Como Jezabel, a mulher em questão (vs.22) encontrará uma morte violenta.

23 Matarei os seguidores dela, e então todas as igrejas saberão que eu sou aquele que conhece os pensamentos e os desejos de todos. Eu pagarei a cada um de vocês de acordo com o que tiver feito. 

Jesus também ameaça não somente julgar a figura de Jezabel, mas também julgar todos aqueles que a seguiram. Como em todos os casos anteriores a este, é provável que a honra dos deuses Greco-Romanos estivesse em vista aqui juntamente com a adoração do Deus de Israel em Cristo. Todos aqueles que promoveram este tipo de adoração – o Deus de Israel em Cristo mais a abordagem de outras divindades Romanas chave – iriam ser julgados publicamente e rapidamente. Todos iriam receber o que mereciam; tanto aqueles que fizeram o bem como os que fizeram o mal.

24 Porem aí em Tiatira o resto de vocês não seguiu esse mau ensinamento. Vocês não aprenderam o que alguns chamam de ‘os segredos profundos de Satanás’. Afirmo que não porei mais nenhuma carga sobre vocês. 25 Mas, até que eu venha, guardem bem aquilo que vocês tem.

É provável que os “segredos profundos de Satanás” ensinados pela figura representativa de Jezabel em Tiatira e as coisas que foram discutidas sob a categoria dos “nicolaítas” em Pérgamo e Éfeso (Ap 2:6, 15) sejam essencialmente as mesmas. Estas são muito provavelmente  maneiras literárias para se referir aos seguidores professos do Cristo Judeu que não estavam totalmente comprometidos com o Senhor Deus de Israel no contexto do universo congestionado de deuses do Império Romano.

About the author

Dr. Eli Lizorkin-EyzenbergTo secure your spot in our new course “The Jewish Background of New Testament” - CLICK HERE NOW

You might also be interested in:

Quem Foi Melquisedeque? (3)

By Julia Blum

Quem Foi Melquisedeque? (2)

By Julia Blum

Join the conversation (3 comments)

Deixe uma resposta

  1. maria benedita derêncio

    Por que o Deus de Israel direciona Oséias a fazer uma ação profética simbólica: 2 quando o Senhor falou :, “Vá e case com uma prostituta de um templo pagão; os filhos que nascerem serão filhos da uma prostituta. Pois o povo de Israel agiu como uma prostituta: eles foram infiéis e me abandonaram.” (Os 1:2) A partir dai ele realmente se casou?

    1. Eric de Jesús Rodríguez Mendoza

      BS”D

      Shalom Maria!

      Nao, tudo foi só uma visiao! 🙂

      Bençaos!

  2. Ana Maria

    ´CONCORDO. é bem verdade que muitos vivem em tais práticas hoje, não seguem os conselhos de Deus e sim doutrinas de homens.