Começos: Os Capítulos Negligenciados (3)

Homem e mulher ele os criou 

Ao entrarmos em Gênesis 5, encontramos aqui uma longa lista de nomes e datas. Este capítulo traça a linhagem justa de Sete. Antes de entrarmos nesta lista, no entanto, gostaria de chamar sua atenção para os dois primeiros versículos deste capítulo: «Este é o livro da genealogia de Adám. No dia em que Deus criou o homem, à semelhança de Deus o fez;    homem e mulher os criou, e os abençoou, e lhes chamou pelo nome de Adám, no dia em que foram criados».

Esses versículos são muito importantes, porque confirmam o conceito que compartilhei com vocês anteriormente: que as palavras bem conhecidas das traduções para o Português: «façamos o homem»[1] foi uma tradução muito infeliz do original Hebraico. Adám em Hebraico significa simplesmente «humano» e não indica necessariamente apenas um homem. Sob esse prisma, o entendimento tradicional —a criação do homem ocorre primeiro e a criação da mulher algum tempo depois, após a criação de todos os animais— pode ser (ou mesmo deveria ser) reconsiderada. Muitos comentaristas Judeus leem a história da criação de uma maneira muito diferente. Eles apontam que Gênesis 1:26 se refere primeiro a Adám no singular, mas depois diz que «eles governarão». Quem são eles? A resposta é encontrada em Gênesis 1:27, onde a natureza desta criação é esclarecida: «homem e mulher os criou».[2] Os versículos que abrem o Capítulo 5 também confirmam isso: «homem e mulher os criou, e os abençoou, e lhes chamou pelo nome de Adám».[3]

De acordo com esse conceito, Deus cria um humano que é homem e mulher. Diferentes comentários rabínicos sustentam a opinião de que o primeiro humano era realmente composto de ambos os sexos. Midrásh Bereshít Rabbádiz: «homem e mulher eram originalmente indivisos, ou seja, Adám foi criado pela primeira vez… hermafrodita». No Midrásh Levítico Rabbá, lemos: «Na época em que o Santo, Bendito seja, criou o Homem, Ele o criou como Andrógino». Em Gênesis 2 , Deus está olhando para essa criatura de dois gêneros e, pela primeira vez em todo o seu trabalho criativo, Ele diz: «lo tov» – «não é bom».[4] Claramente, essa não era a maneira ideal de criar um casal masculino/feminino, então Deus os dividiu em duas pessoas separadas —homem e mulher—. É por isso que, quando um homem e uma mulher se casam, eles se tornam «um» novamente: eles retornam ao projeto original de Deus antes que o homem e a mulher fossem separados. Nos versículos iniciais de Gênesis 5, entendemos que a longa lista de nomes masculinos neste capítulo também significa uma longa lista de mulheres, unidas a eles de acordo com o plano de Deus.

Andando com Deus

Aqui estão as gerações listadas neste capítulo:

  1. אָדָם (adám) «Adám»
  2. שֵׁת (shet) «Sete»
  3. אֱנוֹשׁ  (enosh) «Enós»
  4. קֵינָן (kenán) «Cai»
  5. מַהֲלַלְאֵל  (mahalalel) «Maalaleel»
  6. יֶרֶד (yeréd) «Jerede»
  7. חֲנוֹךְ (janój) «Enoque»
  8. מְתוּשֶׁלַח (metusheláj) «Metusalém»
  9. לֶמֶךְ (leméj) «Lameque»
  10. נֹחַ (nóaj) «Noé»

Como podemos ver, Noé é o descendente de Adám número 10 e Enoque é o número 7. Ambos os números são muito significativos. Havia mais alguma coisa que unisse Enoque e Noé?

Como vocês provavelmente sabem, Enoque ocupa um lugar absolutamente único nesse registro: em vez do número habitual de anos que um patriarca viveu após o nascimento de seu filho, no caso de Enoque, lemos que «ele andou com Deus depois de ter gerado Metusalém, por trezentos anos»; em vez de uma simples observação de que «ele morreu», como todos os outros nomes nesta lista, somos informados novamente que «Enoque andou com Deus» e depois que «e já não era, porque Deus o tomou para si».[5] Assim, somos apresentados à expressão «andar com Deus». É importante notar que essa expressão é única na Torá e ocorre apenas mais uma vez. Onde? Vocês estão certos — exatamente as mesmas palavras são ditas sobre Noé—: «Noé andou com Deus».[6]

¿Qué significa que ellos caminaron con Dios? En hebreo, esta expresión es absolutamente sorprendente (y se pierde por completo en la traducción). La oración que se refiere a «Enoc caminó con Dios» o en algunas traducciones: «Enoc caminó delante de Dios» literalmente dicen: «Enoc caminó… Dios». ¿Posiblemente qué podría significar?

O que significa que eles «andaram» com Deus? Em Hebraico, essa expressão é absolutamente maravilhosa (e completamente perdida na tradução). A frase que é traduzida como: «Enoque andou com Deus», ou em algumas traduções «Enoque andou diante de Deus», diz literalmente: «Enoque andou… Deus». O que isso significa?

Pessoalmente, acredito que essas palavras são extremamente significativas. Vocês já ouviram a expressão: «fazer o que se fala?». É preciso viver sua fé. É exatamente isso que as Escrituras nos dizem sobre Enoque (e Noé também): não é Enoque quem vive, mas Deus nele e através dele. A palavra de Deus, os mandamentos de Deus, se tornaram carne na vida de Enoque e Noé, e, portanto, eles«andaram D’us».

O que significa um nome?

A história de Noé começa com as palavras proféticas de seu pai Lameque: «E o chamou Noé, dizendo: “este nos consolará dos nossos trabalhos, e das fadigas de nossas mãos, nesta terra que o Senhor amaldiçoou”».[7]

Enquanto Noé é um dos personagens mais importantes da Bíblia, e todo mundo sabe quem ele era, poucos se lembram de Lameque, seu pai. No entanto, vale a pena se lembrar de Lameque, não apenas porque ele gerou o filho que salvaria o mundo moribundo por sua fé e obediência, mas também porque reconheceu o chamado e a missão especiais desse filho, dando-lhe esse nome muito significativo. Por que Lameque chamou seu filho Noé? O que ele esperava dele?

O nome de Noé realmente tem um significado muito profético. Essa raiz em Hebraico significa «descanso» —e pelas palavras proféticas de Lameque, entendemos que ele viu em seu filho alguém que seria o «doador de descanso»—aquele que proporcionaria libertação e alívio da maldição. Em Gênesis 3, Deus amaldiçoou a terra e expulsou Adáme Eva do jardim. Evidentemente, Lameque sentiu o fardo do trabalho sobre uma terra que Deus amaldiçoara, e procurou «consolo dos nossos trabalhos e das fadigas de nossas mãos».[8] É claro pelas palavras de Lameque que mesmo essas primeiras gerações estavam extremamente cansadas dessa maldição e aguardavam o cumprimento da promessa. Chamando seu filho Noé, Lameque esperava que ele trouxesse libertação da maldição e proporcionasse alivio e descanso.

Encontramos um conceito muito diferente na tradição rabínica: alguns textos rabínicos sugerem que Noé inventou um arado. Isso significa, no entanto, que todos os comentaristas concordam que, de alguma forma, esperava-se que Noé inaugurasse uma nova era em relação ao relacionamento entre Adám e adama —o homem e o solo—: ou Noé seria capaz de remover a maldição, ou pelo menos contorná-la. Assim, quando lemos este texto em Hebraico, a alusão a Gênesis 3:17 é clara. No entanto, essa alusão, bem como o significado profético do nome «Noé», está completamente perdido na tradução.

[1] Gênesis 1:26, «Adám» aqui geralmente é traduzido como «homem».

[2] Gênesis 1:27.

[3] Gênesis 5:2, «Adám» aqui é geralmente traduzido como «humanidade».

[4] Gênesis 2:18.

[5] Gênesis 5:24.

[6] Gênesis 6:9.

[7] Gênesis 5:29.

[8] Gênesis 5:29.

Os conhecimentos que vocês leem nestas páginas são típicos do que compartilhamos com nossos alunos durante as aulas DHB (Discovering the Hebrew Bible/Descobrindo a Bíblia Hebraica) ou WTP (Weekly Torah Portion/Porção Semanal da Torá). Se esses artigos despertam o seu interesse por descobrir os tesouros escondidos da Bíblia Hebraica ou por estudar em profundidade a Parashát Shavúa, juntamente com os conhecimentos do Novo Testamento,  ficaria feliz em fornecer mais informações (e também descontos de professor para os novos alunos) em relação aos cursos da eTeacher[1] (juliab@eteachergroup.com).

Se vocês gostam dos artigos deste blog, também podem gostar dos meus livros, podem obtê-los na minha página.

[1] No momento, oferecemos o curso WTP somente em Inglês, enquanto o curso DHB existe tanto em Espanhol quanto em Português.

About the author

Julia BlumJulia is a teacher and an author of several books on biblical topics. She teaches two biblical courses at the Israel Institute of Biblical Studies, “Discovering the Hebrew Bible” and “Jewish Background of the New Testament”, and writes Hebrew insights for these courses.

You might also be interested in:

Rosh Hashaná: Feliz Aniversário,...

Por Julia Blum

Começos: Arca De Noé

Por Julia Blum

Join the conversation (No comments yet)

Deixe uma resposta