Judeus E Samaritanos: Um Contraste E Comparação Inesperada (joão 6.34-36)

34 Disseram-lhe, pois: Senhor, dá-nos sempre desse pão”.

9-jesus-and-samaritan-woman-well8Em resposta às reivindicações iniciais de Jesus (leia as seções em João 6), os representantes Galileus dos hoi Iudaioi que seguiam Jesus à Cafarnaum deram sua resposta “Senhor, dá-nos sempre este pão.” (João 6.34) Esta resposta é reminiscente da resposta anterior da Mulher Samaritana às palavras de Jesus; “Senhor, dá-me dessa água, para que não mais tenha sede, e não venha aqui tirá-la.”(João 4.15) Há uma série de outras semelhanças entre as duas histórias. Por agora, podemos dizer que, neste capítulo, a fé da mulher Samaritana, tenho apenas ouvido as palavras de Jesus, é comparada e contrastada com a descrença daqueles que verdadeiramente testemunharam os milagres de Jesus. Deixe-me demonstrar isso a você. É emocionante ver isso.

35 E Jesus lhes disse: “Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.

No livro de Deuteronômio, o livro que Jesus mais frequentemente citava, lemos as razões de Moisés para a provisão de Deus do maná para os Israelitas:

“E te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conheceste, nem teus pais o conheceram; para dar a entender que o homem não viverá só de pão, mas de tudo o que sai da boca do Senhor viverá o homem” (Deut.8.3).

É interessante que Jesus fala de si mesmo sendo o pão da vida que sacia a fome e a sede definitiva da existência humana. Ele disse isso em resposta aos pedidos dos representantes dos hoi Ioudaioi bread of life John 6que lhes mostrasse algum sinal. Assim como Moisés antes dele, ele provou que ele poderia ser confiável. “Moisés deu maná,” eles argumentaram. O que você dá?”.

O que é surpreendente, todavia, é que nós lembramos que Jesus disse quase exatamente as mesmas palavras que ele tinha dito anteriormente à mulher Samaritana. Vamos compará-lo.

Jesus aos hoi Ioudaioi– “Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede” (João 6.35).

Jesus à mulher Samaritana – “Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna” (João 4.13-14)”.

36 Mas já vos disse que também vós me vistes, e, contudo não credes.

Como já foi observado anteriormente, João quer que o ouvinte e o leitor de seu Evangelho faça uma conexão temática entre este encontro e o encontro de Jesus com a mulher Samaritana (Lembre-se do provável público de João). As semelhanças literárias que João destaca são também destinadas a trazer diferenças significativas entre as duas respostas. Vamos considerar apenas esta.

A resposta dos hoi Iudaioi – “Mas já vos disse que também vós me vistes, e, contudo não credes” (João 6.36).

A resposta da mulher Samaritana e dos aldeões Samaritanos – “Deixou, pois, a mulher o seu cântaro, e foi à cidade, e disse àqueles homens: ‘Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Porventura não é este o Cristo?’ Saíram, pois, da cidade, e foram ter com ele” (João 4.28-30).

Para resumir esta conexão e comparação inesperada: os hoi Iudaioi (Judeus Israelitas) que viram os milagres não foram capazes de vê-los como sinais, e, portanto, eles não creram (João 6.36); enquanto os Samaritanos (Samaritanos Israelitas), que não viram um único milagre de Jesus – “creram nele por causa do testemunho da mulher …” e “muitos mais creram por causa de sua palavra (de Jesus).” (João 4.38-41).

Milagres não foram suficientes para um grupo. As palavras de Deus foram suficientes para o outro grupo. Talvez, esta é a razão que em outra tradição evangélica, Jesus cita Deut. 9.3, “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus” (Mat.4.4) A implicação é clara, especialmente em João. Jesus é a palavra de Deus. A humanidade viverá pela palavra de Deus, o que significa que ela viverá pelo próprio Jesus.

© By Eli Lizorkin-Eyzenberg, Ph.D.

About the author

Dr. Eli Lizorkin-EyzenbergTo secure your spot in our new course “The Jewish Background of New Testament” - CLICK HERE NOW

You might also be interested in:

Ainda Sobre O Sukkot

By Julia Blum

“sua Alegria Será...

By Julia Blum

Join the conversation (No comments yet)

Deixe uma resposta